Paraná

Itaipu e Amop definem diretrizes para a retomada do crescimento pós-covid-19

Nesta terça-feira (28), o presidente da entidade, Rineu Menoncin, se reuniu com o d...

28 abr 20 - 21h58 Redação NPR Online
Itaipu e Amop definem diretrizes para a retomada do crescimento pós-covid-19

A Itaipu se comprometeu a ajudar os 54 municípios da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) a se preparar para a retomada do crescimento pós-covid-19. Nesta terça-feira (28), o presidente da entidade, Rineu Menoncin (o Teixeirinha, que também é prefeito de Matelândia), se reuniu com o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, e sua equipe, em Foz do Iguaçu. O secretário executivo, Vinicius Almeida, acompanhou.

Entre as demandas, a Amop pediu testes de detecção da doença e equipamentos de proteção individual (EPIs). A associação está alinhada à Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná (Caciopar) e ao Programa Oeste em Desenvolvimento (POD).

“Hoje, a região da Amop é uma das mais prontas para voltar à normalidade. A política de reabertura do comércio leva em consideração a realidade de cada município”, disse Teixerinha. “Itaipu tem sempre nos atendido em nossas demandas. Essa atenção pontual em relação ao pedido de testes PCR de covid-19 é feito no âmbito de uma consolidada parceria”, reforçou.

Segundo o presidente da Amop, “tanto o número de casos como também a capacidade de lidar com a pandemia difere de município para município”. “A nossa intenção é obter ajuda principalmente para os que têm menos infraestrutura e a prioridade são os exames e os EPIs.”

Para Silva e Luna, esse apoio à Amop gera em todo o Oeste do Paraná uma sensação de segurança importante num momento tão difícil para todos. “É tempo de solidariedade e união, palavras que nunca estiveram tão em evidência no cotidiano de todos nós.”

O general destacou que o tema da saúde pública é hoje, mais do que nunca, também uma demanda da Itaipu. “Toda a força de trabalho da parte brasileira da usina está em Foz do Iguaçu e se a Amop se preocupa com a região Oeste, está se preocupando conosco também. A diretriz da Amop tem impacto direto em nós”, afirmou Silva e Luna.

O presidente da Amop agradeceu a receptividade da Itaipu. “Em nome dos 54 municípios do Oeste do Paraná, manifesto a gratidão pelo carinho e a atenção com que a Itaipu sempre nos recebe, especialmente agora, neste momento tão delicado, em que tantos precisam de ajuda”, disse Teixeirinha.

A Amop e a força econômica da região

Formada por 54 municípios, a região Oeste do Paraná tem cerca de 1,3 milhão de habitantes, a maior parte (1,1 milhão) vivendo em áreas urbanas. Economicamente, é uma das áreas mais promissoras do Brasil, tendo o agronegócio como principal atividade. As maiores cadeias produtivas estão baseadas na produção de proteína animal, agroalimentar de base vegetal, turismo e material de transporte.

A Amop é o foro político representativo desses municípios. Sediada em Cascavel, é reconhecida como a maior e uma das mais organizadas entidades municipalistas do Paraná. Desenvolve iniciativas permanentes em defesa do municipalismo e dos interesses dos municípios associados, interage com as administrações e oferece suporte em áreas técnicas estratégicas para o bom andamento das atividades públicas.

É parceira de diversas entidades da sociedade organizada na execução e acompanhamento de programas fundamentais para a melhoria da qualidade de vida da população. A Itaipu Binacional é uma das principais parceiras da Amop.

Via: Assessoria Itaipu Binacional - Foto: Patricia Iunovich/Itaipu Binacional


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.