Cascavel

Novembro azul: não é só sobre o câncer!

Campanha alerta sobre o câncer de próstata, mas, mais do que isso, reforça a necess...

18 nov 20 - 15h47 Redação NPR Online
Novembro azul: não é só sobre o câncer!

Segundo estimativas, pelo menos um a cada oito homens será diagnosticado com câncer de próstata em algum momento da vida. A doença, que representa o câncer mais comum entre os homens, depois do câncer de pele não melanoma, é silenciosa, mas enfrenta outros obstáculos além da falta de sintomas em estágios iniciais: tabus, medos e preconceito. Afinal, considerando o exame de toque retal como uma das formas de diagnóstico da doença, muitos homens, mesmo sabendo da necessidade de irem ao médico, preferem fechar os olhos.

“No caso do câncer de próstata, um dos principais fatores para o diagnóstico tardio da doença é o preconceito. Mas isso só se combate com informação, por isso, a partir do momento em que se entende que o exame de toque retal é clínico e tem embasamento científico, é preciso deixar o preconceito de lado. O exame de toque retal pode valer uma vida”, ressalta o médico oncologista do CEONC Hospital do Câncer, doutor Carlos Barreira.

Para isso, a partir dos 50 anos, todo homem deve agendar um check-up de saúde anual e exigir o exame de próstata. Quando diagnosticada precocemente, as chances de cura aumentam significativamente e, por esse motivo, o médico reforça: é preciso adotar hábitos saudáveis.

“Já é um dado conhecido da ciência de que os homens vivem menos. No Brasil a expectativa de vida de uma mulher é de 76 anos enquanto de um homem é de 69 anos.  Essa diferença existe porque eles cuidam menos da sua saúde. Portanto, o novembro azul não é só sobre câncer de próstata: é sobre saúde”, reforça o médico.

Para isso, além das visitas regulares ao médico, também é indicada a prática regular de atividades físicas e abandono de maus hábitos como tabagismo e etilismo, por exemplo.

Novembro Azul é todo dia!

Dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer) estimam o diagnóstico de mais de 65 mil novos casos do câncer de próstata no Brasil. Diante das expectativas preocupantes, o CEONC Hospital do Câncer realiza a campanha Novembro Azul é todo dia, reforçando a ideia da campanha mundialmente conhecida, mas destacando que a prevenção deve ocorrer a todo instante.

“No cenário ideal, conseguiríamos tratar quase todos os casos de forma menos invasiva em menos tempo e com mais efetividade. Mas isso depende da conscientização dos homens, que devem deixar de lado os tabus e constrangimentos para fazer os exames indicados e, caso estejam doentes, tenham a chance do diagnóstico precoce, que pode aumentar em até 90% as chances de cura”, relata o médico oncologista do CEONC Hospital do Câncer doutor Reno Paulo Kunz.

Para isso, o CEONC disponibiliza um site com informações importantes sobre a doença e o diagnóstico. Basta acessar https://novembroazul.ceonc.com.br/. Além disso, durante todas as semanas de novembro, o Hospital vai publicar conteúdos informativos nas redes sociais, visando alcançar não só os homens, público-alvo direto da campanha, mas também as mulheres, que, normalmente, ajudam na tarefa de convencer os homens a irem ao médico.

Via: Assessoria CEONC - Foto: Divulgação


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.