Cascavel

Novembro roxo: prematuros internados no Huop ganham roupas personalizadas e sessão de fotos

A campanha Novembro Roxo, tem como objetivo a sensibilização à prematuridade dos be...

18 nov 20 - 12h28 Redação NPR Online
Novembro roxo: prematuros internados no Huop ganham roupas personalizadas e sessão de fotos

Lacinhos, chapeuzinhos e gravatas deram ainda mais charme aos bebês prematuros internados no Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Huop). As roupinhas, confeccionadas com carinho pelas equipes da UTI Neonatal e Unidade de Cuidados Intermediários (UCI), foram utilizadas para realizar a sessão de fotos dos bebês, transformando o ambiente, muitas vezes angustiante, em um lugar de compaixão e cuidado. A expectativa dos pais é ir para casa o quanto antes, e agora, com um lindo registro do crescimento.  “Eu não esperava estar aqui na UTI, não sabia que ele viria antes do tempo, fiquei muito triste, mas o cuidado da equipe me deixou mais tranquila. Estamos na expectativa de ir para casa logo com essa recordação”, diz a mãe Jaqueline Maria dos Santos, mãe do Heitor Santos de Oliveira, de 6 dias, que vestiu gravata e sapatos para a sessão de fotos. 

A programação nesse dia 17 de novembro, marca o Dia Mundial da Prematuridade. A campanha Novembro Roxo, tem como objetivo a sensibilização à prematuridade dos bebês. “Eles demandam muito mais cuidado e precisam de tempo para recuperação. Nenhum pai acha que vai passar por esse tempo no hospital, e por isso, é necessário falar sobre o assunto e acolher o máximo para que eles possam passar por esse período mais tranquilos”, diz a enfermeira da UTI Neonatal, Mirian de Souza Gonçalves. 

Os bebês foram vestidos pela equipe multidisciplinar das unidades, que auxiliou também no manuseio e poses dos pequenos. As fotos foram entregues nesta terça-feira (17) junto com um sapatinho de lembrança, com objetivo de proporcionar um carinho ainda maior para os pais que enfrentam esse desafio. “Isso faz com que eles se sintam mais introduzidos na rotina, ficam mais animados. É um registro do crescimento do filho que todos gostam de ter, inclusive muitos continuam nos mandando fotos do crescimento depois da alta, e é gratificante também para toda a equipe”, enfatiza Mirian. 

Os cliques também retratam a importância da aproximação dos pais com os bebês nesse período. “Eles sentem quando os pais estão perto, se mexem mais e algumas vezes até a frequência cardíaca aumenta. Estar perto é benéfico para a recuperação”, diz Mirian. 

HUOP É REFERÊNCIA NA REGIÃO

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, 11,7% do total de nascimentos são prematuros. Na UTI Neonatal do Huop, credenciada desde 2003, são cerca de 260 bebês internados por ano. “É um número alto pois atendemos toda a região, e observamos que precisa dessa conscientização sobre o cuidado que o prematuro precisa e o tempo da recuperação. Além disso, o objetivo da campanha também é chamar a atenção para a humanização do atendimento”, avalia Mirian. 

O hospital é referência na gestação de alto risco e atendimento dos bebês prematuros, possui suporte da UTI Neonatal, UCI, da UTI Pediátrica, e da ala Pediátrica. Além disso, após a alta hospitalar o prematuro também continua o acompanhamento com toda a equipe multidisciplinar no ambulatório.

Via: Assessoria Hospital Universitário - Foto: Divulgação


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.