Paraná

Guarda prisional é preso após ação integrada entre as Polícias Civil e Militar e o Depen

O homem teria confessado a entrega de dois celulares e cerca de 300 gramas de macon...

22 out 20 - 12h56 Redação NPR Online
Guarda prisional é preso após ação integrada entre as Polícias Civil e Militar e o Depen

Um guarda prisional foi preso na tarde desta quarta-feira (21/10), em uma ação integrada entre a Polícia Civil, o Departamento Penitenciário e a Polícia Militar do Paraná. O homem teria confessado a entrega de dois celulares e cerca de 300 gramas de maconha a presos da Delegacia da Polícia Civil de Guaratuba, em troca de benefícios financeiros.

“Percebemos que estavam aparecendo diversos objetos ilícitos na carceragem e passamos a monitorar e investigar para encontrar o motivo. Até que flagramos este guarda prisional efetuando a entrega aos internos”, contou o delegado-chefe da Delegacia de Guaratuba, Leandro Stabile.

O delegado contou que o suspeito confessou após serem apresentados indícios dos crimes. Ainda de acordo com ele, o homem foi preso por ingresso com celular em ambiente prisional, tráfico de drogas e favorecimento real. “Este último por exercer função pública e acobertar a prática de outros crimes. Neste caso, ele estava encobrindo a prática de ilícitos em ambiente prisional”, explicou o delegado.

A investigação apontou ainda que o suspeito fornecia alimentação especial e outras regalias aos presos custodiados na carceragem da Delegacia de Guaratuba. “O Depen deu apoio total à investigação, justamente porque não compactua com o crime. Agora, além do inquérito policial, ele responderá a um processo administrativo para exoneração”, afirmou o chefe das Cadeias Públicas de Curitiba e Região Metropolitana, Marcos de Paula.

A participação da Polícia Militar se deu por meio da Rondas Ostensivas Tático Motorizadas (ROTAM). “Eles nos apoiaram na contenção dos presos, para que pudéssemos fazer os procedimentos de revista estrutural e dos presos”, contou De Paula. O suspeito agora encontra-se preso no Complexo Médico Penal, na Região Metropolitana de Curitiba, à disposição da Justiça.

Via: Assessoria Polícia Penal - Foto: Divulgação


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.