Paraná

PRF e Polícia Civil prendem traficante com 240 quilos de maconha em Santa Lúcia (PR)

Após abandonar o carro em uma estrada rural, homem tentou fugir por um riacho em me...

02 abr 20 - 17h25 Atualizado 02 abr 20 - 17h25 Redação NPR Online

Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Civil (PC) apreenderam 240 quilos de maconha nesta quinta-feira (2) na BR-163 em Santa Lúcia, região oeste do Paraná.

Por volta de 11h30, os policiais deram ordem de parada ao motorista de um veículo Renault Scenic preto, que transitava pela rodovia, no sentido Francisco Beltrão (PR).

O motorista ignorou a ordem e acelerou, pela contramão da BR-163, obrigando outros veículos a sair da pista para evitar uma colisão frontal.

Alguns quilômetros à frente, o homem ingressou em uma estrada rural e invadiu uma área de plantação. Ele abandonou o carro, que já estava com um pneu furado, e ingressou a pé em uma área de mata fechada. Na sequência, atravessou um riacho e se deparou com um barranco, do outro lado.

Neste momento, quando os policiais deram voz de prisão, o homem ainda tentou correr no sentido do fluxo do riacho, mas foi alcançado e contido, à força.

Com 32 anos de idade e lesões leves, o traficante realizou exame de corpo delito imediatamente após a ocorrência. Morador de Toledo (PR), ele responderá pelos crimes de tráfico de drogas, direção perigosa e resistência.

Aos agentes, o preso disse que saiu de Marechal Cândido Rondon (PR) e que pretendia levar a carga de maconha até Palmas (PR).

A ocorrência foi registrada na Delegacia da Polícia Civil de Capitão Leônidas Marques. O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão.

Via: Fernando Oliveira/Agência PRF - Foto: Divulgação/PRF


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.