Cascavel

Sindicato Rural de Cascavel é alvo de golpistas e prejuízo chega a R$ 3 mil

Os criminosos estão distribuindo cheques falsificados da entidade no comércio local...

14 out 20 - 21h01 Redação NPR Online
Sindicato Rural de Cascavel é alvo de golpistas e prejuízo chega a R$ 3 mil

O Sindicato Rural de Cascavel é mais uma vítima de uma quadrilha de estelionatários que têm atuado no Paraná. Diversos sindicatos rurais do Estado já foram alvo, assim como o de Cascavel. Os criminosos estão distribuindo cheques falsificados da entidade no comércio local, e algumas empresas já foram vítimas.

 “Nós não trabalhamos com cheques justamente por isso. Pagamos tudo por boletos os depósitos bancários justamente para coibir ações como essa. Já estamos tomando as providências legais para nos defendermos, mas já alertamos aos comerciantes que se receberem cheques da entidade não aceitem e chamem a Polícia, porque provavelmente são os golpistas”, afirmou Paulo Orso, presidente da entidade.

Diversos sindicatos rurais foram vítimas, assim como os comerciantes que aceitaram os cheques. No caso do sindicato em Cascavel, o golpe já se aproxima de R$ 3 mil em pagamentos feitos a supermercados locais.

Os sindicatos têm informado às associações comerciais do Estado e também entrado em contato com seus fornecedores, justamente para tentar evitar que os bandidos continuem agindo. A FAEP (Federação da Agricultura do Estado do Paraná) também tem auxiliado os sindicatos a resolver esses problemas. “Há vários erros nos cheques aplicados, mas para quem tem olhos treinados. Os que estão aplicando com o nome do sindicato até agora tem sido do Bradesco, banco que nós nem temos conta. Um dos locais que receberam estão monitorando as câmeras para identificar os criminosos e, quem sabe, em breve, conseguiremos com apoio da Polícia colocá-los na cadeia”, concluiu Orso. 

Via: Assessoria Sindicato Rural de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.