Cascavel

Anunciada liberação de emenda de R$ 650 mil de Pacheco para as obras da ala materno-infantil do HU

O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, anunciou ontem (17) durante visita ao...

18 set 20 - 11h50 Atualizado 18 set 20 - 11h51 Redação NPR Online

O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, anunciou ontem (17) durante visita ao Hospital Universitário (HU) de Cascavel a liberação de R$ 1.250.000,00, para a retomada das obras da ala materno-infantil do hospital. Desse valor, R$ 650 mil são oriundos de emenda parlamentar do deputado Marcio Pacheco (PDT).

“Estou muito feliz com o anúncio da liberação desse recurso porque a retomada das obras da ala materno-infantil é aguardada por todos os profissionais de saúde do Hospital Universitário. Trata-se de um investimento que vai resultar em ganho de qualidade no atendimento humanizado às gestantes e recém-nascidos”, destaca Pacheco. 

O deputado, que é membro da Comissão de Saúde Pública da Assembleia Legislativa do Paraná, tem priorizado as emendas para a área de saúde. De acordo com o HU, a nova ala materno-infantil vai abranger toda a região oeste do Estado do Paraná, possibilitando o atendimento de forma humanizada e integralizada para os pacientes, desde o pré-parto ao parto. 

O projeto prevê 63 leitos adultos e 86 berçários distribuídos entre UCI (Unidade de Cuidados Intermediários), UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal e enfermaria numa área de 3.739,47m². 

Toda essa estrutura dará suporte ao bebê e à mãe. Os recursos anunciados pelo secretário de Saúde do Paraná – R$ 650 mil do deputado Pacheco e o restante do deputado Gugu Bueno (PL) - serão aplicados na finalização das obras civis, que estão com 80% concluídas, mas se encontram paralisadas aguardando o pagamento do reajuste de R$ 1,2 milhão, valor reivindicado pela empresa contratada, a N Dalmina Construções Ltda.

As obras foram iniciadas em 2015, com previsão de investimento pelo Governo do Estado de R$ 7 milhões nessa primeira etapa.  O prazo para a conclusão da ala materno-infantil era 2017. Na época, havia a expectativa de iniciar as suas atividades de forma gradativa com UCI e UTI.

De acordo com o HU, depois de concluída a primeira etapa será feita uma nova licitação para a execução da segunda etapa, que consiste em serviços de acabamentos, como pintura interna e externa, instalação de piso e revestimento, ar-condicionado e outros itens. 

Para a segunda fase, também estão previstos mais R$ 7,5 milhões, recursos do Governo do Estado. De acordo com o secretário Beto Preto, agora o esforço é incluir no orçamento do Estado recursos para o término das obras da ala materno-infantil. 

O secretário esteve em Cascavel ontem (17) para inaugurar a ala de ressonância magnética, cujo aparelho custou R$ 3,5 milhões.

Via: Assessoria Marcio Pacheco (PDT) - Foto: Divulgação


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.