Brasil

Hang e Jeferson entram na mira da Polícia Federal

Os investigados têm em comum o fato de serem defensores intransigentes do president...

27 mai 20 - 09h38 Atualizado 27 mai 20 - 09h41 Luiz Felipe Max
Hang e Jeferson entram na mira da Polícia Federal

Várias equipes da Polícia Federal estão nas ruas desde o início da manhã desta quarta-feira (27) para cumprir 29 mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro Alexandre Moraes, relator do inquérito das fake news no STF (Supremo Tribunal Federal).

Dentre os alvos estão o empresário catarinense Luciano Hang, dono da rede de lojas Hawan, o ex-deputado federal Roberto Jefferson, assessores do deputado estadual paulista Douglas Garcia, os blogueiros Allan dos Santos e Sara Winter e outros supostos financiadores e coordenadores de um esquema de notícias falsas relacionadas à política e ameaças aos ministros do Supremo. Os investigados têm em comum o fato de serem defensores intransigentes do presidente Jair Bolsonaro.

A investigação começou ainda em março do ano passado e já levantou uma grande quantidade perfis falsos que espalham fake news pelas redes sociais. A operação está sendo desenvolvida no Distrito Federal, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Paraná.

Via: Redação/Alerta Paraná - Foto: Divulgação


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.