Cascavel

Cettrans/Transitar: Motociclistas devem aliar cuidados contra a Covid-19 e os riscos do trânsito

Número de óbitos em acidentes já é 200% maior nesse 1º trimestre em relação ao mesm...

01 abr 20 - 21h25 Redação NPR Online
Cettrans/Transitar: Motociclistas devem aliar cuidados contra a Covid-19 e os riscos do trânsito

Cuidar para evitar o contágio e a propagação do coronavírus é um desafio também para os trabalhadores que atuam nos serviços de motofrete, principalmente com o delivery de alimentos e de medicamentos em alta neste período de restrições impostas pelo isolamento social. Além de adotar um protocolo específico para enfrentar o perigo da Covid-19, motoboys precisam estar atentos a outro fator de alto risco: o trânsito.

O alerta é do setor de Educação de Trânsito da Cettrans/Transitar, que encerrou ontem (31) a estatística do primeiro trimestre deste ano registrando mais uma morte de motociclista no perímetro urbano de Cascavel, a terceira de 2020 envolvendo condutor de motocicleta, o que representa aumento de 200% em relação a igual período do ano passado, quando apenas um motociclista perdeu a vida no período de janeiro a março. Este ano, já são seis óbitos no trânsito de Cascavel (três motociclistas; dois pedestres e um condutor de automóvel); nos três primeiros meses de 2019, morreram no perímetro urbano de nossa cidade em decorrência de acidente um motociclista e um ciclista.

Embora a Cettrans/Transitar não tenha números oficiais do aumento de motocicletas nas vias neste momento de pandemia, nota-se crescente serviço de delivery por conta do fechamento de restaurantes e lanchonetes principalmente no período noturno. O Município também contratou a entrega de medicamentos a doentes crônicos. Além de manter os cuidados essenciais para o controle da doença, como uso de álcool em gel, luvas e demais protocolos de higienização do baú e dos equipamentos, entre outros, a coordenadora de Educação de Trânsito, Luciane de Moura, explica que os trabalhadores do setor devem ficar atentos às normas de trânsito e ao uso correto de equipamentos necessários para ampliar a segurança durante a jornada de trabalho. “Estamos à disposição para esclarecer dúvidas e auxiliar no que for preciso”.

Cuidados pela vida - “Tornar o trânsito mais seguro é responsabilidade de todos; quando o veículo é corporativo, o condutor deve ter ainda mais responsabilidade, pois o comportamento dele influencia diretamente na imagem da empresa e na saúde do trabalhador, que pode ficar comprometida com abusos no trânsito”, detalha Luciane.

O motociclista precisa redobrar os cuidados neste período de estresse emocional, em que o número de entregas é maior e requer agilidade, apostar na postura defensiva na direção, cuidando para que suas ações não causem acidentes, antecipando perigos.

“A recomendação é para as pessoas ficarem em casa, mas o motofretista, assim como outras categorias de trabalhadores, é essencial para que a maioria fique em isolamento. Ele consegue fazer a ponte entre o comércio e o consumidor. Eles arriscam a vida no que diz respeito ao coronavírus e também no trânsito, por isso reforçamos as orientações de segurança”, detalha Luciane.


Atenção motociclista!

- Esqueça o celular e se preocupe com a segurança;

- Equipamentos de segurança devem ser utilizados corretamente: capacete com a jugular fechada; calçado e vestimenta adequados;

- Respeitar as normas de sinalização e a legislação de trânsito: é importante conhecer as normas de segurança;

- Redobrar cuidados em dias chuvosos e de pista molhada.

Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.