Cascavel

Estrela da ginástica rítmica, Ana Paula Scheffer é encontrada morta em Toledo

Ela morava com os pais na cidade de Toledo e foi encontrada já sem vida pela mãe no...

16 out 20 - 22h17 Atualizado 16 out 20 - 22h23 Redação NPR Online
Estrela da ginástica rítmica, Ana Paula Scheffer é encontrada morta em Toledo

Com 31 anos recém-completados (nasceu em agosto de 1989) e uma das maiores estrelas da ginástica rítmica brasileira, Ana Paula Scheffer faleceu nesta sexta-feira (16), aos 31 anos, vítima muito provavelmente de um infarto fulminante. Ela morava com os pais na cidade de Toledo e foi encontrada já sem vida pela mãe no início da tarde. O velório será a partir das 10h30 deste sábado, na Catedral Cristo Rei.

Ana Paula, que atualmente era responsável pelas escolinhas de ginástica rítmica de Cascavel, representou o Brasil em diversas competições internacionais, dentre elas o Pan-Americano de 2005, os Jogos Pan-Americanos de 2006, 2007 e 2010, respectivamente no Rio, Buenos Aires e Medelin, e o Campeonato Mundial de 2009, no Japão.

CASCAVEL LAMENTA - A administração municipal de Cascavel emitiu a seguinte nota: "O Município de Cascavel lamenta profundamente a morte da atleta Ana Paula Scheffer, que durante toda sua vida fez história na Ginástica Rítmica, inspirando crianças e adultos em todo o Brasil e popularizando o esporte no país.

A atleta renomada que virou referência internacional estava atuando como treinadora no Centro de Iniciação ao Esporte Alice Martelli, mais uma vez, passando seu legado a mais de 200 crianças que antes da pandemia puderam aprender mais sobre o esporte, disciplina, ética e respeito ao próximo com seus ensinamentos. Nos últimos tempos, ela estava à frente da equipe de rendimento da instituição.

O Município de Cascavel agradece Ana Paula por ser fonte de inspiração, coragem e força e presta solidariedade a todos os familiares, amigos e alunos que foram tocados pela garra dessa atleta que deixará saudades e um legado para as próximas gerações".

Federação Paranaense de Ginástica - Hoje o céu ganha uma estrela, que há 31 anos brilhava aqui na terra.

Ana foi medalha de bronze no aparelho Arco, nos Jogos Pan-americanos de 2007, no Rio de Janeiro e ajudou a levar o nome do Paraná mundo afora. Participou dos campeonatos paranaenses em todas as categorias e ganhou inúmeras medalhas estaduais, nacionais e internacionais, pois integrou a seleção brasileira individual. Ela continuou os trabalhos na ginástica como treinadora em Toledo e Cascavel, e ministrava cursos em outras regiões do Brasil.

Ficam agora as lembranças e a mais profunda saudade, de uma ginasta vencedora e de uma talentosa treinadora.

Que Deus conforte o coração da família e amigos. Nós, dirigentes, treinadores, árbitros e ginastas, que somos a Federação Paranaense de Ginástica sentiremos sua falta!  Vá em paz, Ana.

Via: Redação/Skalet Fernanda/Alerta Paraná - Foto: Divulgação


Whatsapp NPR Online - Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso WhatsApp que a nossa equipe irá atender você, ou entre em nosso grupo do WhatsApp e recebe as principais notícias em primeira mão: https://bit.ly/39HAJmd


Postagens Relacionadas
Publicar um comentário:
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.